sexta-feira, 5 de novembro de 2010

100 anos de Estigmatinos no Brasil


O ano de 2010 consagra o trabalho do primeiro centenário da Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo em terras brasileiras.
A Congregação Estigmatina, fundada por São Gaspar Bertoni, em Verona, Itália, em 4 de novembro de 1816, veio buscar terreno fértil para a sua Vocação Catequética, através de três bravos representantes: Pe. Henrique Adami (27 anos), Pe. Alexandre Grigolli (29 anos) e o Irmão Domingos Valzacchi (42 anos). Eles chegaram ao Brasil em 2 de dezembro de 1910 e deram início à missão, de acordo com a proposta do próprio Bertoni: “Ide e ensinai, em qualquer lugar, na diocese e no mundo”.
Os Estigmatinos (como são conhecidos) estão presentes em dez estados do Brasil, trabalham e celebram com as comunidades eclesiais, escolas e dioceses a alegria de ter contribuído por um século na evangelização do povo brasileiro. Com presença marcante para a Igreja do Brasil a congregação dos Estigmatinos ofereceu para as paróquias, escolas e universidades, dezenas de sacerdotes e cerca de nove bispos.
Presente em realidades de desafios sociais, culturais e geográficos diversos, os Estigmatinos fazem memória de um caminho percorrido por muitos que abraçaram o projeto de Jesus Cristo na Congregação dos Estigmatinos.

O início da história desta congregação no Brasil foi marcado pela fé no desconhecido. O que impulsionou aqueles três religiosos foi a fé, o sonho e o desejo de servir ao Senhor em qualquer parte do mundo. E hoje queremos olhar para trás, rever o caminho, lembrar de tantas pessoas, padres, irmãos, leigos e leigas, jovens ou não, que nos ajudaram nesta missão e através da leitura da história pedir a Deus esperança para continuarmos o caminho lançando sementes e contribuindo com a missão de anunciar o Evangelho a toda criatura.


Rogério Melo